quinta-feira, 2 de outubro de 2014

A Chocolatier - Céu Carvalho

Temos andado a descobrir os talentos doces portugueses e uma das primeiras portas a que batemos quando começámos foi a da Céu Carvalho. A Céu arranca-nos um sorriso de orelha a orelha mal a conhecemos, porque toda ela é boa-disposição e amabilidade. Pouco depois já há gargalhadas no ar, que se misturam com o cheiro intenso do chocolate. Não podia haver combinação melhor.
Venham ouvir a história desta Chocolatier portuguesa: a Céu Carvalho.
Quem é a Céu Carvalho?
A Céu Carvalho é uma jovem de 40 anos,casada e mãe de 3 filhos.
Alegre,dinâmica uma verdadeira apaixonada pela arte do chocolate, pasteleira de profissão,formadora por vocação e chocolatier por paixão.
Uma mulher empreendedora que decidiu criar o seu próprio negócio,onde o chocolate é o verdadeiro néctar dos deuses. Não esconde o seu amor por todas as coisas em chocolate.
Como chegou até ao mundo do chocolate, ou ao mundo doce em geral?
A minha fraqueza desde criança são os chocolates.


Cresci com o pensamento de ser Psicóloga,mas rapidamente percebi que o meu caminho era pelo mundo doce.


Foi em 1994 que comecei a minha trajectória no mundo da pastelaria.
A paixão pelo chocolate começa desde cedo,mas com uma curiosidade,que surgiu numa viagem à Europa,em busca de novos conceitos.


Assim nascia a Céu Chocolatier na forma de um Atelier,foram feitas criações de chocolate em que os amigos eram os primeiros clientes.


As encomendas foram a consequência do reconhecimento da qualidade e do sabor dos produtos.


Um resultado feliz de produzir chocolates com dedicação!


A Céu Chocolatier é uma marca registada que produz chocolates com paixão, proporciona ao maior número de pessoas experiências únicas e de excelência, com o objectivo de ser uma referência na gestão do negócio dos chocolates e oferecer aos seus clientes uma relação duradoura.


Actualmente o nosso trabalho é criar a assinatura perfeita para uma ocasião especial ou evento, o nosso projecto é aliar o chocolate à saúde com qualidade e inovação, aliás são duas características principais do nosso trabalho.


Um projecto para ser duradouro tem como ingredientes a persistência, dedicação, humildade e paixão por tudo o que se faz.
A Céu já tem muitas peças publicadas, já fez inclusive uma um número de revista do princípio ao fim. Ainda é possível encomendar-lhe pequenos bombons?
A ideia de publicar peças em chocolate foi no sentido de divulgar a arte do chocolate bem como os nossos produtos.


Criamos bombons artesanais e peças em chocolate, com combinação de sabores projectados para o conforto de modo a surpreender os nossos clientes.


Sabores que vão dos básicos aos mais desafiadores, com chocolate de leite a uma diversidade de trufas, onde a criação mais recente foi a "Trufa Divina", uma verdadeira explosão de sabores,o limite entre o céu e o divino. Para os verdadeiros chocolatras temos chocolates negros,com ganaches especiais a pensar em cada momento.

Quando se dirigem à Céu para que lhe faça um bolo, um bombom, uma surpresa o que podem esperar?
Podem esperar um produto de qualidade,preservando o seu sabor com sofisticação e originalidade, com um toque de charme .
Qual o pedido mais estranho que já lhe fizeram? e qual a história desse pedido?
Até aos dias de hoje não recebi pedidos estranhos :) ,o conceito é permitir a realização de sonhos chocodoces, com a finalidade de agradar os clientes com propostas ao encontro dos seus pedidos.
O que mais gosta de fazer nesta área?
O meu gosto nesta área é "excitar" o olhar e intrigar o paladar com obras de arte ,feitas de ingredientes de qualidade seguindo o modo artesanal.
Quais as maiores dificuldades que sentiu ao longo dos tempos?
As maiores dificuldades foram adquirir formação na área do chocolate em Portugal, que respondesse às minhas necessidades. O que levou à descoberta de um mundo fascinante, onde tive o privilégio de conhecer chocolatiers fantásticos,excelentes profissionais com uma visão diferente na partilha de conhecimentos, sem pudores e sem limites.Tive o privilégio de fazer formação em países da Europa, o que permitiu um verdadeiro fascínio pela arte do chocolate.
Quais as maiores alegrias?
As maiores alegrias são o resultado de podermos proporcionar momentos felizes e chocodoces. O que interessa é ser feliz!
Se tivesse que escolher um trabalho ou tema especial dos que já fez, qual destacaria? e qual a história por trás desse trabalho?
Não  consigo destacar um trabalho em especial,porque para um Chocolatier, o chocolate é mais do que um único sabor ou apresentação, é sim o resultado de sabores e permitir que cada aroma fique guardado na memória de quem o consome.
Tem um instrumento preferido?
Todos os instrumentos são necessários,cada um com a sua função, só assim é possível um resultado final para superar as expectativas,não consigo identificar um em exclusivo.
Na sua cozinha ou atelier, nunca falta....
No meu Atelier nunca falta chocolate, aliado à paixão e criatividade para a elaboração de novos projectos.
Que bombom gostaria de fazer que ainda não fez?
Estamos a elaborar novos produtos e a criar novas texturas com chocolate, só vos posso dizer que vão poder aguçar as papilas gustativas. Uma das missões da Céu Chocolatier é o envolvimento pessoal em cada projecto, a ideia da Céu Carvalho é produzir chocolates sempre acrescentando uma frescura natural aos seus chocolates. Aguardem por novos resultados!
No futuro, o que gostaria de fazer pela arte do chocolate, que iniciativas gostava que fossem abraçadas pelos chocolatiers portugueses que ainda não foram?
A criação de uma Federação do Cacau em Portugal sem fins lucrativos.


Numa visão de proteger os Chocolatiers Portugueses "dos imitadores/banalizadores" que levam a diminuir e a prejudicar a qualidade desta arte tão doce como a do chocolate.


O objectivo seria unir os Chocolatiers portugueses de modo a partilharem a arte do chocolate e permitir o aumento do consumo de chocolate em Portugal.
 Na realidade um espaço que primasse pela paixão,respeito e partilha desta arte chocodoce. Acredito em mudanças,por isso fico na esperança de que irão surgir.
Que conselho daria a quem está a começar agora nestas artes?
O conselho para entrar no mundo doce consiste em motivar a fazer com que produzam o melhor,para isso é descobrirem o que causa impacto nos resultados,este é o conselho que dou para todos aqueles que estão a entrar no universo doce.
Aqui ficam mais alguns trabalhos da Céu!


Obrigada Céu pela alegria com que nos recebeu.

Divirtam-se!
Happy Baking!

2 comentários:

  1. Gosto do brilho nos olhos desta chocolateira :)

    ResponderEliminar
  2. Sem duvida, alem de brilhante profissional ... foi a pessoa mais amavel que conheci no festival de obidos deste ano ...

    ResponderEliminar