segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Os elefantes!


Eles andam aí... os elefantes!

Já alguma vez se perguntaram porque há tantas pessoas a encomendar bolos com elefantes? Sobretudo para bebés, baptizados, festas dos mais pequenos.... vão do estilo mais abonecado, ao mais clean... e dão pano para mangas.

Fomos pesquisar e eis a razão de fundo deste animal nos ser tão querido, mesmo que não a soubéssemos:


Para nós ocidentais o elefante representa o peso, a lentidão e a falta de jeito, e isto de si, já tem o seu charme... Na Ásia, a ideia é completamente diferente: O elefante é a montaria dos reis. Simboliza, dessa forma, o poder. A paz e a prosperidade são o efeito desse poder estabelecido. É o símbolo de estabilidade e imutabilidade.

O elefante, remete também para a imagem de Ganesh, deus hindu da ciência e das letras. Possui o corpo de homem, que representa o microcosmo, e possui cabeça de elefante que representa o macrocosmo. Desta forma, o elefante é, paradoxalmente, considerado o começo e o fim ao mesmo tempo.
Por ser filho de Maya (Ganesh) o elefante tem um significado angelical. Quando colocado em cima de um pilar, o elefante evoca o Despertar.

É também considerado como um animal cósmico, visto que se assemelha à estrutura do cosmos: quatro pilares que sustentam uma esfera.
Em África, simboliza a força, a prosperidade, a longevidade e a sabedoria. 



Assim para proteger a casa, o escritório, a si mesmo e as pessoas queridas das energias negativas é um hábito comum em várias culturas, ter um elefante virado de costas para a porta. Na Índia, acredita-se que o elefante atrai bons fluídos e funciona como um amuleto de proteção. A importância do animal é tão grande que alguns templos criam nem que seja um elefante para atrair riqueza e prosperidade.

O elefante da sorte pode ser usado de várias formas e em diferentes locais: como porta-chaves, pendurado numa bolsa, em bijuterias, assim como também pode ser colocado no escritório ou em casa. Normalmente, os elefantes da sorte ficam virados de costas para a porta de entrada, pois nesta posição o animal atrai sorte e evita a falta de dinheiro.

Há quem diga que o vermelho era a cor agregada ao elefante com a intenção de impedir a aproximação de energias negativas como o olho gordo e a inveja. Segundo a tradição, acariciar a tromba do elefante antes de sair de casa traz felicidade e mais saúde.

Proporcionar vida longa também é um dos atributos deste amuleto. Ainda segundo as tradições, presentear uma pessoa com um elefante da sorte significa o quanto ela é querida. Ter um elefante da sorte é unir o útil ao agradável. Além de deixar tudo mais bonito, ainda afasta qualquer má vibração.

Ora bem, depois da parte teórica, vem a prática: começou a ser usado em chás de bebés, em baptizados, festas de crianças pequenas, e até em casamentos.

Recolhemos algumas imagens da internet para exemplificar e depois fomos percorrer alguns dos cake designers portugueses, como não podia deixar de ser, para ver quem já fez um elefante!




Artistas Portuguesas (podem encontrar os contactos na nossa página Artistas)





Have Some Sugar

Estejam atentos que em breve vamos colocar 2 tutoriais para fazer em casa uns elefantes! Deixamo-vos aqui uma imagem para abrir o apetite!



Divirtam-se!

Happy Baking!

Sem comentários:

Enviar um comentário