quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Em memória da Madalena! Tudo para um herói!

Esta imagem do verão passado entrou-nos pelos olhos a dentro todos os dias, e às tantas nem conseguíamos pensar no que ia por esse país fora... o excesso de imagens impressionantes por vezes torna-nos dormentes, quase indiferentes... vemos mas não sentimos o calor, sabemos que existe mas não sofremos o desgaste nem sufocamos com o fumo... o efeito de tanta informação torna-se por vezes contra-producente.



O ano passado houve baixas de peso: muitos bombeiros perderam a vida, deixaram famílias desfalcadas, lares desfeitos... tudo se repete ano após ano e sentimo-nos sempre impotentes sem saber ao certo o que fazer para ajudar, para minorar o sofrimento.

Este não costuma ser um sítio de tristezas, porque falamos de bolos, de doces, de festejos, falamos do lado bom da vida. Aqui celebra-se a Vida! Mas não há vida sem morte, e vice-versa. Uma sem a outra não faz sentido e uma dá à outra o encanto e o mistério que lhe são próprios.


A Ana Rita era bombeira, era nova, cheia de vida e tinha uma filha pequena. Morreu em serviço. Para salvar outros, deu a vida. Ser bombeiro é optar, todos os dias, por ser herói. Também têm rotinas, também obrigações pequeninas, têm dia-a-dia, têm família e tudo o que ela implica, mas largam tudo e vão onde são chamados dar por outras famílias, por todos nós, a sua própria vida.

Esta foto é da Ana Rita com a sua Madalena ao colo. Sentimos uma tristeza profunda pela perda de todas as vidas destes heróis.




A nossa pequena homenagem, mais não é do que, exibir aqui algumas fotos de bolos de artistas que realizaram sonhos de crianças e de adultos, que escolheram para o seu dia especial o bolo ou a festa com o tema dos bombeiros; é um tema delicioso porque se existem heróis da ficção que têm imensos poderes, são muito fortes, fazem justiça e defendem os mais fracos e os mais pobres, ainda assim, o tema dos bombeiros é muitas vezes o escolhido em detrimento desses heróis tão conhecidos e divulgados, porque é na realidade o que mais se assemelha aos super-heróis! A mãe da Madalena era uma super-heroína!




Como não podíamos deixar-vos sem umas pistas para fazer um carro de bombeiros, aqui ficam elas:

Basicamente trata-se de fazer primeiro um grande quadrado e dividi-lo ao meio.

Colocar uma parte sobre a outra e começar a esculpir retirando o excesso: comece pelo espaço entre a frente do camião e a parte de trás, de seguida vá retirando a parte central da segunda camada da parte de trás para colocar as escadas e dar um ar mais realista. Truque: para que fique com uma forma arredondada esta fase, pode usar um cortador com forma de cilindro para retirar a parte do meio, o utensílio que retira o centro do ananás, ou o da maçã conforme se mostre adequado ao tamanho de camião que está a fazer.

Depois é só cobrir e decorar a gosto. Pesquise carros de bombeiros da área de residência do aniversariante ou do corpo de bombeiros de que faz parte para introduzir pormenores que fazem a diferença para quem o recebe.

Se quiser tornar o bolo mais profissional e elevar o nível a bolo estruturado então aqui fica uma sugestão de como fazê-lo:




Recorte um material resistente ao peso e à humidade (sugestões Kapa-line, cartão grosso plastificado, contraplacado que também convém plastificar) e coloque um suporte ao centro em esferovite, madeira ou outro, bem fixo à base. Coloque 4 suportes da altura adequada, exactamente nas zonas onde irá colocar os pneus, de forma a que fiquem tapados por estes. Passe à construção do bolo conforme indicado anteriormente. Este tipo de suporte também dá para carros e outro tipo de camiões.




Divirtam-se!


Happy Baking!

Fontes: Expresso, Ionline, JN, Lusa, CakeCentral, CakesDecor, e blogues e páginas dos artistas mencionados

Sem comentários:

Enviar um comentário