domingo, 20 de julho de 2014

Criações com Pasta de Açúcar - Bolinhas

Uma das perguntas que mais ouvimos por aí, no que aos básicos diz respeito, é sobre bolinhas: é mesmo preciso fazer as bolinhas uma a uma quando se quer contornar um bolo? E se forem pérolas, também?
As respostas variam, mas não muito. Depois da publicação deste artigo, em que partilhamos convosco algumas das técnicas possíveis, temos a certeza que nos vão remeter muitas mais hipóteses de formas de fazer bolinhas. Aqui ficam as nossas alternativas:




1. A forma mais comum: fazer uma “cobra” ou “linguiça”, nomes vulgares para os rolinhos em pasta de açúcar, todo com o mesmo tamanho (que podem verificar com o alisador) colocar uma régua à frente e cortar pedaços todos com a mesma dimensão. Enrolem um a um e têm bolinhas todas do mesmo tamanho.

2. Cortar bocadinhos de pasta de açúcar, ir pesando na balança de precisão, e enrolar um a um: bolas que têm o mesmo peso terão o mesmo tamanho.

3. Molde de silicone: existem moldes de silicone que permitem fazer muitas bolas ao mesmo tempo para contornar os bolos. Estes moldes não são baratos, e as bolas nunca ficam perfeitas à partida, porque a parte de trás tende a ser rectilínea. Mas são uma alternativa rápida e eficaz.

4. Molde de silicone 2: usa o molde de silicone referido atrás como base, mas depois de desenformadas, separa-as e enrola-as à mão, para que fiquem bolas perfeitas (é mais rápido que o método 1 e 2, mas implica o molde e quase a mesma paciência).

5. Há um dispositivo que permite não só fazer bolinhas, mas também outros formatos interessantes, todos de tamanho igual, usado para o Fimo, mas que também serve para usar no açúcar: o FIMO TriBead Roller, é uma boa opção e não muito cara, embora não o tenhamos ainda encontrado por cá nas lojas portuguesas. Fica aqui o link para perceberem do que estamos a falar.

6. Uma forma mais simples e artesanal, e a mas rápida até agora, é usando cortadores: basicamente trata-se de estender a pasta, cortar usando um qualquer cortador que escolham desde que seja o mesmo para todas as bolinhas e depois de cortados, enrolar à mão. As bolas terão todas o mesmo tamanho.





Dica: em qualquer dos casos, é preciso deixar secar, de preferência num tapete esponjoso que tenha zonas côncavas que permitam a secagem sem achatar.

Atenção: Enrola-se sempre com as palmas das mãos e nunca com os dedos, para que fique o mais simétrico possível.

Deixamos algumas imagens que encontrámos na Creative Celebration Cakes e que representa bem a última versão.





Divirtam-se!

Happy Baking!

Fontes: Foto de capa N Cakes, a nossa experiência e Creative Celebration Cakes.uk

Sem comentários:

Enviar um comentário