sábado, 19 de julho de 2014

Cantinho do Artista: Boneca por Ana Cristina Santos

A anatomia humana é das coisas mais difíceis de reproduzir em pasta de açúcar. Fazemos bonecos, de vários tipos, de vários graus de dificuldade, e uns melhor que outros, de forma intencional ou não,tentamos reproduzir as caras e os corpos dos que se querem ver retratados nos bolos decorados. Maiores ou mais pequenos, mais novos ou mais velhos, todos são diferentes, e o Cake Designer tenta conciliar todas as características que lhe são indicadas e tenta que, pelo menos, se reconheçam nos bonecos que faz.

Todas as pernas e braços que se vêem são tendencialmente magros ou muito magros, a direito ou sem joelhos e cotovelos, por isso, e para ajudar quem quer avançar um pouco mais na modelagem humana, desafiámos a Ana Cristina Santos, formadora nesta área, a fazer um pequeno passo-a-passo em imagens de uma boneca mais parecida com a realidade portuguesa e com a mulher normal de todos os dias. Sem preconceitos, com um corpo mais parecido com o de muitas mulheres que não são top models, e que são lindas à sua maneira, aqui fica uma boneca com as curvas todas!

O Corpo:


Dica: Adicionar sempre CMC à pasta para poder trabalhar e aguentar a modelagem conforme desejado.

A cara:



É das partes que mais treino requer e na qual não há melhor do que fazer uma formação com alguém que já saiba e que já tenha experiência, pois são muitos os passos e muitos os erros que se vão cometendo e que por vezes têm soluções e truques muito simples para resolver e para aperfeiçoar. Ainda assim, aqui ficam os passos principais. As estecas usadas são várias, entre outras são importantes: o boleador, a esteca Dresden ou de flores, a esteca tipo gancho para puxar o nariz, a esteca tipo faca pequena, a esteca cilíndrica arredondada na ponta, que é óptima para ir alisando e corrigindo os vincos.

Os braços:



As pernas:



Cabelos e junção das partes:



E a boneca está pronta para apanhar uns banhos de sol!

Nota: Todos os artistas têm a sua maneira própria de trabalhar, podendo haver formas diferentes de modelar. Cada um pode e deve arranjar a forma que lhe dá mais jeito e com que se sente mais confortável. A modelagem tem vários segredos, que se revelam à medida que vão praticando, mas há muito tempo que é poupado com as formações dadas por quem tem conhecimentos e competência para tal.

Obrigada à Ana Cristina! Se a quiser contactar clique aqui. Aceita encomendas e dá workshops em vários pontos do país. Consulte a página da artista para mais pormenores.

Divirtam-se!

Happy Baking!

Sem comentários:

Enviar um comentário